Resumo: Warren Buffett e a Análise de Balanços

por Rhenan Clemente
17/12/2021

Entenda as estratégias de Warren Buffett neste resumo

Você tem dificuldade em analisar ações para a sua própria carteira? Sente-se perdido com tantos relatórios, indicadores, números, etc?

 

Que tal conhecer um método simples, utilizado por um dos maiores investidores do mundo, Warren Buffett?

 

Nos próximos parágrafos, você vai ter acesso a um resumo do livro Warren Buffett e a Análise de Balançosde Mary BuffettDavid Clark. Aqui no Brasil, a obra foi traduzida por Marcello Lino e publicado pela Editora Sextante.

Resumo: Warren Buffett e a Análise de Balanços

Fonte: Editora Sextante

 

DISCLAIMER: O RESUMO ABAIXO É MERAMENTE INFORMATIVO, TODOS OS DIREITOS ESTÃO RESERVADOS AOS DEVIDOS AUTORES. COMPRE O LIVRO.

 

Warren Buffett e a Análise de Balanços

 

  • Busque vantagens competitivas duráveis
  • Busque consistência

 

Relatórios Financeiros

 

DRE (DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO)

 

A fonte do lucro é mais importante do que o próprio lucro.

 

Receita = valor dos produtos/serviços vendidos.

 

(-) CMV = Custo das Mercadorias Vendidas

Quanto MENOR, MELHOR.

 

(=) Lucro Bruto = receita - CMV

Margem Bruta = Lucro Bruto / Receita Total

Quanto MAIOR (de forma CONSISTENTE), MELHOR.

ALTA Margem Bruta = empresas com a capacidade de estabelecer o preço de seus produtos e serviços bem acima dos custos.

Regra de Bolso: Margem Bruta > 40% significa uma empresa com algum tipo de vantagem competitiva durável.

 

(-) Despesas Operacionais = VG&A (Vendas, Gerais e Administrativas), P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) e depreciação.

 

(-) Despesas de VG&A = quanto mais CONSISTENTES, MELHOR e quanto MENOR, MELHOR.

(-) Despesas de P&D = quanto MENOR, MELHOR.

(-) Depreciação = quanto MENOR, MELHOR.

CUIDADO: analistas mau-intencionados aumentam essa despesa artificialmente, para reduzir o lucro e, assim, diminuir o valor total de impostos devidos.

 

(=) Lucro Operacional 

= LAJIDA (Lucro antes de Juros, Impostos, Depreciações e Amortizações).

= EBITDA (Earnings before Interests, Taxes, Depreciations and Amortizations).

 

(-) Despesas com Juros

Juros pagos com empréstimos, dívidas e financiamentos.

% sobre o Lucro Operacional.

Quanto MENOR, MELHOR.

IDEAL: CONSTANTEMENTE abaixo de 15% (empresas de consumo).

Sempre compare com seus concorrentes.

 

(+/-) Ganho/perda com a venda de ativos

Lucro/prejuízo gerado na venda de um ativo.

 

(+/-) Outros

Eventos não-operacionais, incomuns ou infrequentes.

 

(=) LAIR (Lucro antes dos Impostos)

 

(-) Imposto de Renda

 

(=) Lucro Líquido

Verificar se:

1) O Lucro Líquido está mostrando uma tendência histórica de alta? Buscar altos % de Lucro Líquido / Receita Total e sempre comparar com seus concorrentes.

2) Lucro Líquido CONSISTENTEMENTE > 20% = boas chances de ser uma empresa com vantagem competitiva durável.

3) Cuidado com esse % alto em empresas financeiras e bancos, isso pode significar que estão correndo mais riscos do que deveriam.

 

Lucro por Ação = Lucro Líquido / Quantidade de ações no mercado

 

BP (BALANÇO PATRIMONIAL)

 

  • "Fotografia" de uma data específica da empresa
  • Ativo - passivo = Patrimônio Líquido

 

ATIVO

Todos os bens da empresa.

Dividido em Ativo Circulante (liquidez < 1 ano) e Ativo Não-circulante (liquidez > 1 ano)

Ciclo do Ativo Circulante: Caixa -> Estoque -> Contas a receber -> Caixa

 

(+) Caixa e Investimentos de Curto Prazo

Caixa e títulos de curto prazo.

IDEAL: MUITO Caixa e POUCA Dívida.

Analise a fonte do Caixa:

Operações? Ótimo!

Eventos únicos? Preocupante!

 

(+) Estoque

Produtos prontos, em processo e matérias-primas.

Buscar estoques e lucros líquidos CONSTANTEMENTE em crescimento.

Isso significa que a empresa não está acumulando estoque desnecessariamente (já que o Lucro Líquido também está subindo) e também significa que ela não atua com estoques baixos, que podem não ser suficientes para atender a demanda.

 

(+) Contas a receber

Dinheiro devido à empresa (exemplo: venda de produto que será pago em 30 dias).

 

(+) Despesas pagas antecipadamente

Compras de bens/serviços ainda não recebidos.

 

(=) Ativo Circulante Total

 

Coeficiente de Liquidez = Ativo Circulante / Passivo Circulante

Ideal > 1, mas há exceções.

 

(+) Ativo Imobilizado

Propriedades, fábricas e equipamentos.

Valor original - depreciação acumulada

Empresas com vantagem competitiva durável substitui seu ativo imobilizado apenas quando ele está muito desgastado

 

(+) Goodwill

Valor pago - valor contábil (no ato de compra de outra empresa).

Ideal é que as empresas compradas sejam competitivas

 

(+) Ativos Intangíves

Patentes, marcas, direitos autorais, franquias, entre outros.

 

(+) Investimentos de Longo Prazo

Mínimo entre o preço de custo e o preço de mercado.

 

(+) Demais Ativos de Longo Prazo

Despesas e tributos pagos antecipadamente.

 

(=) Ativo Não-circulante

 

(=) Ativo Total

 

ROA = Lucro Líquido / Ativo Total

 

PASSIVO

Dívidas e obrigações.

Dividido em Passivo Circulante e Passivo Não-circulante.

 

(+) Contas a Pagar

 Dinheiro devido à fornecedores que venderam a crédito bens e serviços à empresa.

 

(+) Despesas Provisionadas

Gastos incorridos, mas ainda não pagos.

 

(+) Demais Passivos Circulantes

Fundo geral para dívidas de curto prazo.

 

(+) Dívidas de Curto Prazo

Dívidas de títulos negociáveis e empréstimos bancário de curto prazo.

Dívida Curto Prazo / Dívida Longo Prazo < 1

 

(+) Dívidas de Longo Prazo a vencer

Dívidas a vencer dentro de um ano.

 

(=) Passivo Circulante

 

(+) Dívidas de Longo Prazo

Ideal = pouca ou nenhuma (nos últimos 10 anos).

Lucro Líquido anual > dívidas em 3 ou 4 anos

 

(+) Impostos Diferidos

Impostos devidos e não-pagos.

 

(+) Participações Minoritárias

 

(+) Demais Passivos

 

(=) Passivo Não-circulante

 

(=) Passivo Total

 

Nível de Endividamento = Passivo Total / Patrimônio Líquido

Ideal = baixo, mas existem exceções.

Instituições financeiras costumam ter índices maiores.

 

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Ativo - passivo (valor contábil)

 

(+) Ações Ordinárias

Seus acionistas são donos da empresa.

Têm direito à voto.

 

(+) Ações Preferenciais

Não têm direito à voto.

Direito a dividendo fixo ou ajustável.

Prioridade com relação aos acionistas ordinários em caso de falência.

 

(+) Reservas de Capital

Valor recebido na venda da ação em excesso ao seu valor nominal.

Ideal: Empresas sem ações preferenciais (pois no final das contas, são dívidas).

 

(+) Lucro Acumulado

Lucro líquido retido para manter o crescimento do negócio.

Indicador MAIS IMPORTANTE.

Buscar por ALTAS TAXAS de crescimento acumulado.

 

(+) Ações em Tesouraria

Ações retidas (sem cancelá-las), com o objetivo de serem vendidas posteriormente.

Não têm direito a voto.

Não recebem dividendos.

Empresa com vantagem competitiva durável possui ações em Tesouraria e histórico de recompra de ações.

 

(=) Patrimônio Líquido Total

 

ROE = Lucro Líquido / Patrimônio Líquido

Quanto MAIOR, MELHOR

 

DFC (DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA)

 

Regime de Competência = receitas lançadas quando os bens saem porta afora, mesmo que o comprador leve anos para pagá-los.

 

Regime de Caixa = receitas lançadas apenas quando há a entrada de dinheiro.

 

Mostram se a empresa está ganhando ou gastando mais dinheiro.

 

Referem-se a um período específico.

 

Sâo divididas em:

Fluxo de Caixa Operacional (CFO), Fluxo de Caixa de Investimento (CFI) e Fluxo de Caixa de Financiamento (CFF).

 

CFO = Lucro Líquido + Depreciações + Amortizações

 

CFI = Despesas com ativos fixos + demais itens do fluxo de caixa de investimentos

 

CFF = Dividendos pagos + Emissão (resgate) de ações + Emissão (resgate) de dívidas

 

O que Buffett analisa?

 

Despesas com ativos fixos (ativos imobilizados e intangíveis).

 

Despesas com ativos fixos / Lucro Líquido (durante 10 anos) < 50% (ideal).

 

Recompra de ações

Reduz o número de ações em circulação, aumentando o Lucro por Ação

Ideal: empresas que fazem recompras ano após ano

 

Resumo: Warren Buffett e a Análise de Balanços

Fonte: Wallsdesk.com

 

A avaliação da empresa com uma vantagem competitiva durável

 

"Equity bonds" = títulos com participação patrimonial, com um cupom ou pagamento de juros cada vez mais alto.

 

 

Quer saber como isto afeta os seus investimentos? Converse agora com um assessor de investimentos da Allure Capital e descubra!     

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS

Allure Capital Investimentos - XP