ESPECIAL: Como investir no exterior

por Rhenan Clemente
01/04/2022

Aprenda como é fácil e seguro investir fora do país

Sabia que é possível diversificar os seus investimentos também fora do país?

 

Investir no exterior já deixou de ser algo difícil ou complicado e não tem mais como manter toda a sua carteira de investimentos aqui no Brasil, com todos os riscos decorrentes da nossa economia e da nossa política.

 

Por isso, neste artigo você vai aprender a importância de como investir no exterior, como e quando começar, em que ativos investir e muito mais.

 

Assim, vamos começar falando por que é tão importante investir no exterior, existem diversos motivos.

 

Quando você investe em outro país, nos Estados Unidos, por exemplo, você tem algumas vantagens:

 

1)Você está investindo em uma moeda mais forte que o Real, aqui, no caso, o Dólar.

 

2)Você está investindo numa economia mais sólida, num mercado de capitais muito mais desenvolvido que o brasileiro.

 

3)Você está investindo em empresas mais robustas e inovadoras, conhecidas no mundo todo, como Microsoft, Apple, Disney e muito mais.

 

Você também tem a possibilidade de investir em uma infinidade de ETFs, que são fundos de índice, caso você prefira seguir uma carteira mais passiva.

 

Clique aqui para começar a investir com quem entende

 

Por último, o principal, você está diversificando o risco da sua carteira, diluindo o risco Brasil dela, que é muito maior que os países desenvolvidos como os Estados Unidos.

 

Agora o assunto é quando começar a investir, qual a hora certa de fato para começar? Eu devo esperar o Dólar abaixar, devo esperar o Dólar aumentar?

 

Na verdade, é muito simples, a resposta é não. A hora certa para investir é agora. Na verdade, mesmo, a hora certa para investir já era ontem.

 

Quanto mais você espera o momento certo para investir, quanto mais você fica esperando o momento ideal, mais você está perdendo, pois com o passar dos anos, o Dólar vem batendo R$ 3, R$ 4 e R$ 5.

 

Enquanto você fica esperando a hora certa, os melhores investidores compram ativos em Dólar constantemente, aproveitando esse movimento de valorização do Dólar contra o Real no longo prazo.

 

Então, ficou claro que você já deveria estar investindo no exterior.

 

Agora vamos falar sobre as diferentes formas de se investir no exterior, ou seja, quais são os tipos de ativos que você pode investir para atrelar os seus investimentos ao Dólar, historicamente, uma moeda muito mais forte que o Real.

 

Basicamente, existem três formas de se investir: você pode comprar BDRs, investir em ações diretamente no exterior ou através de uma empresa offshore.

 

Vamos começar falando sobre os BDRs, a sigla BDR significa Brazilian Depositary Receipt e funciona dessa forma: uma instituição depositária custodia as ações de alguma empresa no exterior e, na sequência, emite recibos de posse dessas ações.

 

Esses recibos são vendidos aos investidores diretamente aqui no Brasil em Reais. Então, resumindo, uma empresa no exterior emitindo recibos de ações aqui no Brasil em Reais.

 

Então, quando você compra um BDR, você não está se tornando diretamente o acionista da empresa, porém você está comprando um recibo junto a essa instituição depositária, que lhe dá o direito de negociar essas ações.

 

Aqui no Brasil existem dois tipos de BDRs: patrocinados e não patrocinados. Além disso, também existem BDRs que podem ser convertidos em ações da companhia.

 

Outros pontos importantes é que os BDRs possuem incidência de 15% de imposto de renda na venda, além de ser impactado por alguns custos como o spread entre o valor do BDR e da sua própria ação, spread cambial e, eventualmente, uma taxa de corretagem.

 

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE AGORA

 

Outra maneira de se investir no exterior é comprar ações diretamente no exterior através da abertura de conta em uma corretora que opere diretamente nos Estados Unidos, por exemplo.

 

Neste caso você está sim comprando de fato uma ação direta nos Estados Unidos em Dólar. Vale lembrar também que existe uma isenção de imposto de renda para vendas abaixo de R$ 35 mil reais no mês nessa modalidade.

 

Por último, você pode investir no exterior através da abertura de uma empresa offshore, o que pode não ser muito comum para a grande maioria dos investidores.

 

Nessa modalidade você abre uma empresa fora do país, que cuida de todos os seus investimentos no exterior. Essa opção possui muitos custos envolvidos, porém existem algumas vantagens tributárias.

 

De qualquer forma, é uma maneira mais indicada para investidores que já possuem um patrimônio bastante relevante.

 

Clique aqui para começar a investir com quem entende

 

Agora eu vou te mostrar quais são exatamente os tipos de ativos que você pode investir nos Estados Unidos, por exemplo.

 

O primeiro tipo de ativo disponível nível para investimento são os ETFs (Exchange Traded Funds), chamados conhecidos aqui como fundos de índice.

 

ETFs são fundos que replicam os mais diversos índices no mundo, daí o seu nome. Por exemplo, ETFs que replicam o S&P500, setores específicos da economia ou até mesmo as maiores empresas pagadoras de dividendos no mundo.

 

Os ETFs são muito úteis para manter um percentual da sua carteira com uma estratégia mais passiva, ou seja, seguindo os principais índices mundiais, fazendo com que a sua carteira não se descole muito da performance geral dos mercados.

 

Nos Estados Unidos, existe uma infinidade de ETFs disponíveis para investir, como o IVV, SPY, QQQ, VNQ e o NOBL, só para citar alguns deles.

 

Outro ativo que você pode investir são as Stocks, ou seja, de fato as ações de empresas estrangeiras que negociam suas ações nas Bolsas de Valores dos Estados Unidos.

 

Nesse caso, você já deve conhecer um monte de empresas gigantescas estrangeiras, você já poderia estar investindo em todas elas e ganhando performance na sua carteira.

 

São muitas empresas, como por exemplo a Amazon, Facebook, Google, Tesla, Disney, Domino’s, P&G, GM, IBM e muito mais.

 

Por último, outro tipo de ativo disponível pra investimento no exterior são REITS (Real Estate Investment Trusts), que são empresas que investem em ativos imobiliários, podendo ser considerados os “primos” dos nossos fundos imobiliários aqui no Brasil.

 

Pela regulação americana, os REITs têm de transferir 90% do seu lucro líquido mensal aos seus acionistas e são empresas mais focadas na operacionalização dos imóveis, diferentemente dos fundos imobiliários aqui no Brasil, que se dedicam mais à sua administração.

 

Além disso, uma peculiaridade desse produto é que eles também podem emitir dívida própria, como uma empresa privada qualquer.

 

Existem diversos tipos de REITs, sendo divididos em dois grandes grupos: os Equity REITs, que consistem em REITs cujos ativos são imóveis físicos, como escritórios, indústrias ou residências e os Mortgage REITs que consistem em REITs cujos ativos são títulos de dívidas relacionados ao setor imobiliário americano.

 

Assim como os ETFs e Stocks, existem milhares de excelentes REITs para investir no exterior, como por exemplo o AVB, PLD, VNO e o DLR.

 

Isso é tudo que eu queria te mostrar, espero que tenha dado um gostinho de como investir nos Estados Unidos e mostrar que começar a investir no exterior é muito mais fácil e vantajoso do que você imaginava.

 

Mas fique atento!

 

Se você quer saber ainda mais sobre esse assunto e falar diretamente comigo e especialistas de investimentos no exterior, eu tenho um convite para fazer a você.

 

Na próxima segunda-feira, dia 04/04, às 19h, eu vou dar uma Masterclass totalmente gratuita sobre investimentos no exterior.

 

Nesta Masterclass, eu vou te mostrar, de forma simples e fácil, como você pode começar a investir no exterior de forma segura e tranquila, para que você possa dar esse passo tão importante na sua jornada de investimentos.

 

Não deixe de se inscrever, é só clicar no link aqui embaixo, tenho certeza de que você vai gostar bastante.

 

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE AGORA

 

Vejo você lá!

 

Abraços.

 

 

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS

Allure Capital Investimentos - XP