BB tem lucro recorde ajustado de R$ 6,6 bi, acima das expectativas; aprova proventos

por Rhenan Clemente
12/05/2022

O consenso Refinitiv havia projetado lucro de R$ 5,34 bilhões

Com recorde o Banco do Brasil (BBAS3) registrou lucro líquido ajustado de R$ 6,6 bilhões no 1° trimestre do ano (1T22), avanço de 34,6% em relação ao 1T21 e alta de 11,5% na comparação com o 4° trimestre (4T21).


O resultado veio acima do esperado pelo consenso Refinitiv que aguardava um lucro de apenas R$ 5,34 bilhões.


Segundo o presidente do BB, Fausto Ribeiro, “A entrega de resultados robustos ao longo dos últimos trimestres permitiu que nos aproximássemos da rentabilidade dos pares privados”.


O ROE (retorno sobre o patrimônio líquido) ajustado do trimestre subiu 3,1 p.p., no total de 17,3%.

 

BB tem lucro recorde ajustado de R$ 6,6 bi, acima das expectativas; aprova proventos

Clique aqui para começar a investir com quem entende


Na comparação com o 1T21 os maiores impactos foram: o crescimento de 5,6% da margem financeira bruta; o aumento de 9,4% das receitas de prestação de serviços; o aumento de 20,1% no resultado de Participações em Controladas, Coligadas e JV, e o aumento de 6% nas despesas administrativas.


O BB aprovou em 9 de maio, a distribuição de R$ 443,3 milhões em dividendos e R$ 1,477 bilhão sob a forma de Juros sobre Capital Próprio (JCP), referentes ao 1T22.


Os valores serão pagos em 31/05, tendo como base a posição acionária de 23/05, sendo as ações negociadas “ex” direito a partir de 24/05.


Por ação o valor será de R$ 0,15534705486 para os dividendos e R$ 0,51772406601 para os JCP.

 

Quer saber como isto afeta os seus investimentos? Converse agora com um assessor de investimentos da Allure Capital e descubra!

OUTRAS NOTÍCIAS

Allure Capital Investimentos - XP